Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário86

por Eduarda Dias da Silva

por Eduarda Dias da Silva

Diário86

21
Set19

Do verbo agradecer

Escrito por Eduarda Dias da Silva

20190821_081338.jpg

Como é que eu não puderia ser grata? Eu tive uma doença rara, e sobrevivi.

Sim, eu tive uma doença rara chamada Síndrome de Cushing, provocada pelo excesso da hormona do Cortisol a circular no sangue. 

Estive doente durante 10 anos e não sabia. Durante 10 anos vivi num sofrimento dentro de mim, que puderia ter sido descoberto mais cedo. Mas nunca, nunca mesmo, lamentei os anos que a doença me roubou. Nunca em momento algum, e já verdadeiramente doente, perguntei "porquê a mim?". Agarrei-me firme à solução que havia para mim. 

Foram 2 anos de exames de diagnóstico. Uma cirurgia delicada à cabeça para retirar um microadenoma da Hipófise de 6.5mm.

Sou grata à vida, e aos maravilhosos profissionais de saúde que me acompanharam durante todo este meu percurso clínico. À minha mãe, e ao meu irmão que sofreram comigo. Eu nunca vou conseguir agradecer-vos como merecem.

Foram 3 hospitais que percorri. Tantas dores cá dentro. Um sofrimento inexplicável que ninguém sabia, e só eu sentia.

Mas sou grata sobretudo a mim própria. À força que tive. À mulher que fui. Ao medo que nunca senti, nem no percurso até ao Bloco Operatório, naquele 23 de Abril de 2018.

Caramba, eu tive uma doença rara, e sobrevivi. 

Obrigada. 1000 vezes obrigada. 

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

A autora

foto do autor

Contacto:

blogdiario86@sapo.pt

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Escrito em:

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D